Autores

Retrato - Cissa.jpg
Retrato - Cissa.jpg

Clarissa Madalozzo

Clarissa Madalozzo Simões Pires (Cissa Madalozzo) lança-se nas letras gaúchas através de sua habilidade de escrita, criatividade, conseguindo com uma forma discursiva cativar a leitura.  Traz a imaginação para a escrita. Ao leitor parece estar conversando com o que foi escrito.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Priscila Pacheco

Gosta de ler, escrever e do silêncio das praias vazias. Jornalista por formação, escritora pelo amor às palavras. Conta histórias para reinventar a realidade. Nunca deixou de ter por perto um livro, um caderno, uma caneta. Entre os ruídos da rotina, nada para não se perder. Nasceu em 1990 e atualmente vive em Porto Alegre, mas não considera que seja de lugar nenhum. Autora de “Dançar na beira do abismo” (Letramento, 2020).

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
priscila-pacheco.jpg
wagner-autor1.jpg

Wagner Pedroso

Wagner de Azevedo Pedroso nasceu em 1980 na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. É licenciado em História pela UNISINOS e mestre em História pela UFRGS. Atua como professor de História no Município de Montenegro desde 2010​.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Gislaine Borba

Nasceu em 1980, na cidade de Porto Alegre, licenciada e bacharel em história pela UFRGS, especialista em história africana e afro brasileira pela FAPA e mestre em história pela UFRGS. Atua como professora no município de Viamão desde 2001.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
foto-gislaine.jpg

Gislaine Borba

Nasceu em 1980, na cidade de Porto Alegre, licenciada e bacharel em história pela UFRGS, especialista em história africana e afro brasileira pela FAPA e mestre em história pela UFRGS. Atua como professora no município de Viamão desde 2001.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
foto-gislaine.jpg
matheus-barbachan.jpg

Matheus Barbachan

Um menino criativo vivendo a vida adulta. Desde cedo tem apreço pelas cordas: do violão, ou àquele par que vem em cada um de nós, dentro da garganta. Usa os dois instrumentos para contar histórias. Persegue a magia da vida dos rituais e acredita nos sinais do universo. No fim toda a linguagem tem ritmo e tom, toda a comunicação é música, assim como a conversa que temos com nossos corações. Acidentalmente caiu na vida em Porto Alegre (já adianto - é preciso ter coragem), assim como podia ter caído em outro país, ou outro mundo, outra dimensão, mas isso é outra história.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
matheus-barbachan.jpg

Matheus Barbachan

Um menino criativo vivendo a vida adulta. Desde cedo tem apreço pelas cordas: do violão, ou àquele par que vem em cada um de nós, dentro da garganta. Usa os dois instrumentos para contar histórias. Persegue a magia da vida dos rituais e acredita nos sinais do universo. No fim toda a linguagem tem ritmo e tom, toda a comunicação é música, assim como a conversa que temos com nossos corações. Acidentalmente caiu na vida em Porto Alegre (já adianto - é preciso ter coragem), assim como podia ter caído em outro país, ou outro mundo, outra dimensão, mas isso é outra história.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Adriano Rial

Adriano Rial, nascido em 1966 na cidade de Esteio/RS, é professor de língua portuguesa, ator, diretor e dramaturgo. São 36 anos de teatro, 26 anos de teatro na educação e 26 anos de docência.

Recebeu o Prêmio de Professor Emérito Lions Club Sapucaia do Sul em 1999 e o Prêmio Responsabilidade Social Sinepe em 2013, pelo trabalho realizado nas Oficinas de Teatro Adriano Rial CMA (Colégio Maria Auxiliadora).

Hoje possui no repertório das Oficinas de Teatro Adriano Rial 17 espetáculos voltados à educação e publica pela primeira vez com a Editora Coragem a coletânea O Colecionador de Histórias, utilizando a metodologia ativa para o ensino.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
20210208_131158.jpg
EditoraCoragem_Logo_4c.png